Palermo, o bairro mais badalado de Buenos Aires

Palermo, o bairro mais badalado de Buenos Aires

SHARE
O maior e mais badalado bairro em Buenos Aires é sem dúvida o Palermo, uma área da capital Argentina onde o multicultural é presente em todas as direções que você escolha ir. É um local tão autossuficiente que é possível fazer de tudo sem que precise sair dele. Muito conhecido pelos bares, clubes e restaurantes que fazem fama com quem vai à cidade em busca de diversão e paquera. Mas também é muito procurado por sediar outras atrações famosas como os Bosques de Palermo e o Zoológico de Buenos Aires, além de lojas e centros comerciais famosos.

Palermo é um bairro tão grande que foi subdividido em outras áreas.

Palermo Viejo: é a parte mais velha de Palermo, que inclusive serviu de residência para Che Guevara. Foi inicialmente uma área popularmente residencial, onde recebeu imigrantes de diversos países europeus. Ainda hoje consegue-se notar a influência de italianos e espanhóis através da arquitetura, da culinária e dos costumes locais. É onde fica também a casa onde o conhecido escritor argentino Jorge Luis Borges passou sua infância.

Palermo Soho: que é onde ocorre uma maior agitação noturna e cultural, todos os dias, com a presença de artistas que expõem e vendem lá suas obras. E pela quantidade de turistas, na maioria jovens, que buscam algo mais alternativo relacionado às artes e à moda. Inclusive todos os finais de semana a Plaza Serrano é palco de uma feira de moda. Possui diversas opções em gastronomia como bares, restaurantes e pubs temáticos.

Palermo Hollywood: Entre as avenidas Juan B Justo e Santa Fé e Córdoba encontra-se o Palermo Hollywood. Seguindo a mesmas características do Palermo Soho, essa parte é onde você deve encontrar a maior quantidade de restaurantes na cidade. Há opções que realmente valem a pena, mas há também os que não prestam bons serviços e mesmo assim cobram fortunas. Lá encontram-se também as grandes produtoras da cidade, dando origem ao apelido dessa área. Fique atento com relação a roubos e furtos. Por ser uma área que possui muitos pontos isolados e escuros, é comum a presença dos famosos “batedores de carteira”.

Palermo Chico: conhecido como Barrio Parque, é parque onde você encontra boa parte da classe média de Buenos Aires vivendo em uma área nobre com belos condomínios e residências de luxo. Local onde ficam também o Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires (MALBA), o Museu Evita e o famoso centro comercial Paseo Alcorta.

Bosques de Palermo: é uma área muito verde que possui um pouco mais de 30 hectares de área, com lagos, muitas plantas e árvores, pássaros e outros animais. Os parques são muitos procurados por que procura um local para relaxar junto à natureza. No próprio parque e ao redor fica o Rosedal, que é um lindo jardim com diversos tipos de rosas; o Jardim Zoológico, sendo uma das maiores atrações e o segundo maior em número de visitantes no mundo; o Planetário Galileu Galilei, com belas exposições de fotografias; o Jardim Botânico de Buenos Aires e suas diversas espécies trazidas do mundo inteiro; o Jardim Japonês onde você encontra muitas referências da cultura oriental presente em bonsais e outras espécies de plantas (a entrada custa 30 pesos argentinos); e o Museu de Artes Plásticas Eduardo Sívori, criado para expor e valorizar a arte nacional argentina.

Las Cañitas: tem esse nome porque antigamente se encontravam grandes canaviais por ali. Já foi um local de referência muito humilde, mas hoje sedia grandes companhias e arranha-céus com excelentes restaurantes e bares. O Campo de Polo Argentino, famoso por sediar grandes torneios mundiais, se localiza nessa área.

Villa Freud: localizada ao redor da Praça Guadalupe (ou Praça Gümes) é uma zona residencial conhecida por abrigar pessoas ligadas à psicologia e à psiquiatria. Daí o motivo de receber esse nome homenageando o grande psicanalista austríaco.

Parque La heras: parque público com muito ver e área de 12 hectares. Ao seu redor encontram-se o Alto Palermo Shopping, com inúmera opções de lazer, compras e alimentação; e o boulevard Charcas com bons restaurantes e cafés. Seguindo direto por ele você sairá na praça Guadalupe, que é onde se encontra a Villa Freud.

Se você vai a Buenos Aires e quer ver muito da cultura local contrastando com os inúmeros turistas que visitam a cidade, o bairro Palermo é destino obrigatório na sua viagem. O acesso até ele é fácil e há diversas opções de transporte público e táxis. Saindo do aeroporto internacional também é bem próximo. Se busca uma boa opção de hospedagem em Buenos Aires, no site do Booking você vai encontrar de forma rápida e fácil.

SHARE
Cientista social e editor apaixonado por viagens, idiomas e todo o tipo de cultura. Já esteve em mais de 50 países, mas confessa que não sabe exatamente o número de cidades que já visitou. Acredita que a vida é muito curta para passarmos tempo demais em um só lugar, por isso está sempre transitando por aí.

Sem comentário

Deixe uma resposta