Home Dicas Como evitar surpresas ao efetuar sua reserva de hotel

Como evitar surpresas ao efetuar sua reserva de hotel

155
0
COMPARTILHAR

Quando vamos efetuar uma reserva de hotel ou qualquer outro meio de hospedagem como hostels e pousadas, por exemplo, criamos grandes expectativas com relação ao serviço oferecido durante nosso período de estadia.

Tudo começa com a pesquisa de boas opções disponíveis e que caibam no orçamento de nossa viagem. Eu, particularmente, prefiro me hospedar em hostels que, mesmo tendo bom preço, possuam um serviço acolhedor e ofereçam algumas comodidades que já fazem parte natural do nosso dia a dia, como uma uma ducha de água quente ou uma conexão wi fi, por exemplo.

Para viajantes esporádicos talvez alguns serviços (ou a falta deles) não cause tanta falta assim, mas para aqueles que viajam com frequência alguns serviços são essenciais, e a falta de alguns deles pode sim causar um estrago grande na sua hospedagem.

hotel-em-helsinki
Hotel Arthur, em Helsinki: excelente café da manhã e internet inclusos na diária.

Já imaginou, por exemplo, um nômade digital hospedado em um local onde se tem uma conexão de internet péssima? Ou um quarto de hotel, em pleno verão carioca, onde o ar condicionado não funciona? Pois é. Por isso alguns cuidados devem ser tomados para que seus momentos de descanso não se tornem grandes pesadelos ao efetuar sua reserva de hotel.

Como buscar a hospedagem ideal

Primeiro saiba o que cabe em seu bolso para, então, ter uma referência de como iniciar essa busca.

Como citei acima, geralmente prefiro me hospedar em hostels por três motivos básicos: preços mais em conta, maiores chances de se socializar com outros hóspedes e aconchego, já que nesse tipo de hospedagem os imóveis são, geralmente, casas e o atendimento é muito mais informal do que em hotéis. Essa é uma boa opção para quem viaja sozinho (a) ou com amigos.

st-christopher's-hostel-em-paris

Mas caso você queira uma hospedagem mais privativa, existem também bons hostels e hotéis com preços em conta e que também oferecem um ambiente aconchegante e único. Ou seja, não adianta se hospedar em um quarto coletivo, com beliches para todos os lados, e esperar que se tenha privacidade em uma viagem a dois.

Tudo se inicia do que você pode pagar em uma hospedagem, para depois se iniciar uma busca mais efetiva da melhor hospedagem para você.

Que tipo de serviços você espera receber?

Não se incomodaria se a internet fosse paga, porém de qualidade, ou acha um absurdo cobrar por isso nos dias atuais? Quer se hospedar num local onde tenha piscina e academia, ou tanto faz? Vai viajar de carro, portanto dará prioridade aos locais com estacionamento?

É claro que ao pagar você espera receber o que é vendido. Muitos meios de hospedagem tem uma atenção extra aos serviços oferecidos aos seus hóspedes, porém você deve ficar atento a certas “pegadinhas” praticadas por alguns estabelecimentos ao divulgarem sua marca.

Alguns hotéis, por exemplo, cobram valores altíssimos para estacionar seu carro. Outros o fazem de graça. Existem ainda os que possuem pouquíssimas vagas na garagem, mas vendem como se comportasse um hotel lotado.

Ao iniciar essa vida de viajante passei por algumas situações um tanto quanto inconvenientes, como chegar para fazer o check in e receber a notícia de que minha reserva seria transferida para outro hotel, sendo que eu havia escolhido aquele por causa da localização. A princípio me pareceu um caso claro de prática de overbooking, mas como o estabelecimento jamais iria assumir essa prática ilegal, resolvi aceitar a proposta e ir me hospedar no outro local que tinham me direcionado.

A minha principal dica para fugir dessa e de outras furadas é pesquisar bem o que falam do local onde você pretende se hospedar. Na internet existem inúmeras fontes confiáveis para que você conheça mais seu hotel, mas a que eu sempre uso é o site Booking.com pois os comentários são sempre feitos por pessoas que realmente se hospedaram naqueles locais.

Há depoimentos relativos aos serviços oferecidos (alguns são tão detalhistas que chegam a criticar o bolo no café da manhã), aos preços praticados e à localidade do meio de hospedagem, por exemplo.

como-escolher-hotel

Lembro de quando fui fazer uma reserva para meus primeiros dias em São Petersburgo e tive uma grata surpresa de me hospedar em um hostel super aconchegante e com funcionários muito bem dispostos a ajudar. O hostel não tinha uma cozinha equipada (mas em nenhum momento o anúncio dizia que tinha), porém isso não afetou em nada minha estadia. Tudo ocorreu bem porque confiei na avaliação que hóspedes anteriores fizeram no Booking.

Portanto, minha dica principal é prestar atenção a todos os detalhes desde as formas de pagamento – alguns hotéis descontam direto do seu cartão de crédito, outros não – até as experiências vividas por outros hóspedes, pois só assim você não terá surpresa alguma ao reservar seu hotel.

Acesse o site do Booking.com e veja as melhores tarifas e sem taxa de reserva.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSão Petersburgo, a Veneza do Báltico
Próximo artigoUma visita ao Museu Hermitage, em São Petersburgo
mm

Cientista social e editor apaixonado por viagens, idiomas e todo o tipo de cultura. Já esteve em mais de 50 países, mas confessa que não sabe exatamente o número de cidades que já visitou. Acredita que a vida é muito curta para passarmos tempo demais em um só lugar, por isso está sempre transitando por aí.