Home Oceania Nova Zelândia 10 países para visitar gastando menos de 50 dólares por dia

10 países para visitar gastando menos de 50 dólares por dia

222
0
COMPARTILHAR
Uma das grandes preocupações que nós temos na hora de planejar uma viagem é com relação aos custos que ela terá. Não importa se você está indo passar um fim de semana na cidade vizinha, ou se está indo para a tão sonhada volta ao mundo. Sua mente será inundada de cálculos e mais cálculos, porém, é claro, em diferentes proporções.

Não importa se você segue o estilo mochileiro que consegue acampar em qualquer praia ou floresta que encontrar pela frente, ficando apenas na companhia das estrelas e se alimentando de macarrão instantâneo. Ou se você segue um estilo de viajante mais tranquilo, que prefere ficar em hotéis, experimentar a culinária local em um restaurante bacana e fazer compras nas lojas locais. Sua calculadora mental estará sempre trabalhando para saber se o dinheiro não vai acabar logo.

Felizmente ainda há uma quantidade muito grande de destinos em todo o mundo que vão deixar você um pouco mais aliviado com os gastos. Comparando-se com o custo de vida que você tem em uma grande cidade, valeria a pena, inclusive, morar em um desses países. Com menos de 50 dólares por dia (às vezes muito menos), esse top 10 de lugares que listarei a seguir são opções sensacionais para comer, beber, e chutar o balde (em grande estilo) em um orçamento:

1.Fiji.​

Por ser distante e com cenários de tirar o fôlego, Fiji geralmente passa uma imagem de país caro e inacessível para se estar. Mas é um destino muito popular entre os viajantes, pois ao contrário de muitos arquipélagos vizinhos, há excelentes opções para você se alimentar e hospedar. Há sim resorts em que uma noite chega a ultrapassar 1000 dólares, mas também existem os hostels, pousadas e guesthouses com os sistema all-incluse (tudo incluso) em que as diárias custam 25 dólares. O transporte entre as ilhas não é caro e as praias são de graça. Você pode ainda obter informações sobre os melhores lugares para mergulho e onde saborear deliciosos frutos do mar conversando com os nativos da ilha. Bula! Palavra fijiana que é utilizada como cumprimento e significa VIDA.

2. Peru.

Destino quase que obrigatório para mochileiros e pessoas que buscam paisagens energizantes. A maioria dos viajantes chega ao Peru buscando as trilhas até Machu Picchu, mas o país não se resume somente a isso. Você pode visitar as praias desertas e de areias brancas de Mancora, navegar no rio Amazonas, ou ainda ir a outros destinos incas, porém não tão conhecidos, como Moray e Choquequirão. Quartos privados custam cerca de 25 dólares, refeições raramente saem por mais de 5 dólares, e você pode se locomover para qualquer lugar do país por menos de 30 dólares. Não se deixe enganar por pacotes exorbitantes e vá conhecer as diferentes opções que esse lindo país tem a oferecer. Dica: se você vai a Cuzco fique ligado em ofertas locais de última hora que podem te levar a Machu Picchu por 50% de desconto. E experimente o famoso ceviche, prato local feito com peixe cru marinado em limão ou lima. Uma delícia!

3. Indonésia.

Um sonho para a grande maioria dos viajantes. Principalmente Bali, considerado paraíso para o surf e mergulho. Sem contar outros pontos considerados imperdíveis como as ilhas Sumatra, Comodo e Sonda, além de belíssimos templos. Na parte sul do país, onde a concentração de turistas é muito grande, os preços são super faturados com hotéis e banquetes caríssimos, além de várias praias sujas. Mas na própria Bali e em outras ilhas você encontra tudo que um viajante geralmente procura: sombra e água fresca com cenários incríveis, e preços muito acessíveis. Uma estadia em quarto privado gira em torno de 15 a 20 dólares. As refeições saem por volta de 2 dólares. E as opções lazer custam em torno de 8 dólares. Junto com as belíssimas praias, Bali também conta com uma imersão cultural grandiosa. Os voos saem de Jacarta e são todos low coast (baixo custo). Vale ou não vale colocar a Indonésia como um dos próximos destinos?

4. Grécia.

Esse país tem um lugar cativo na minha galeria de viagens e com certeza não poderia deixar de citá-lo. É, com certeza, um dos mais incríveis países para visitar em todo o mundo.
Muito antes da economia grega entrar em recessão o país já era tido como um destino de baixo custo para viajantes. O cenário se torna um pouco diferente quando se está no auge do verão europeu, mas mesmo em ilhas mais requisitadas e festeiras como Mykonos, por exemplo, encontram-se várias opções para que você possa curtir sem se preocupar muito com o orçamento. Uma refeição custa em torno de 10 dólares. O Gyros, uma espécie de sanduíche com carne assada (recomendo muito) custa em torno de 3 dólares. E a hospedagem em quarto privado sai por mais ou menos 30 dólares. Pro enfrentar graves problemas econômicos, a tendência é que os preços estejam mais baixos ainda. Vai lá conhecer a cultura grega de pertinho e, de quebra, ajuda a economia local sem gastar muito.

5. Romênia.

O leste europeu também nunca fica de fora quando o assunto é fazer uma viagem de excelente custo benefício. Juntamente com  a Ucrânia, Bulgária, Hungria e outros países, a Romênia se mostra uma opção real para incluir na sua trip. Você consegue viver como rei se tiver 50 dólares diários para gastar. Tem como reclamar pagando 8 dólares na diária de um quarto simples, 2 dólares na refeição e 1 dólar na cerveja? Enquanto os destinos europeus mais famosos atraem milhões de pessoas todos os anos com seus preços exorbitantes, o leste europeu ainda consegue preservar o charme do velho continente sem causar espanto com os preços. Minha dica são os imperdíveis e tradicionais bares e pubs da região.

6. India.

Com uma população em torno de 1 bilhão e 300 milhões de habitantes, a Índia é uma dos poucos países no mundo que ainda preservam fortemente sua cultura. Destino comum para quem busca lugares exóticos e diferentes, esse país com certeza surpreende a quem o visita. O custo para um quarto privado com água quente, refeições e passeios turísticos saem por volta de 35 dólares. Em alguns lugares mais requisitados os preços se elevam um pouco, mas nada que possa comprometer a sua meta de 50 dólares diários. Entre os destinos que você deve conhecer estão as grandes metrópoles, como Nova Déli e Mumbai, além do Taj Mahal, as montanhas do Himalaia e as lindas praias de Goa.

7. Camboja.

Tudo nesse país é realmente muito barato! Além de ostentar paisagens belas, duras e cruas, com suas imponentes selvas, templos e praias, o Camboja é um dos países mais baratos para e viajar. Com menos de 30 dólares você consegue ter uma estadia aconchegante e comer boas refeições locais. O custo se eleva um pouco se você preferir se alimentar com pratos ocidentais, que custam cerca de 6 dólares. É uma país realmente amigo dos viajantes, e se você gastar os 50 dólares diários, estará vivendo com muitas regalias.

8. Guatemala

Assim como os países do leste europeu que citei acima, na América Central não é difícil viver bem com pouco. Guatemala, juntamente com outros países, atrai pela comida gostosa, pelo surf, passeios selvagens, ruínas antigas e uma cultura tipicamente latina. Lembro-me bem de quando estive por lá e recebi um tratamento sensacional dos habitantes. Sempre comia pratos típicos e o valor nunca ultrapassava 3 dólares, e minha hospedagem ficava em 15 dólares a diária. Para que visita o país, as ruina maias são sem dúvida ponto de referência para iniciar sua viagem.

9. Marrocos.

Separada do continente europeu pelo estreito de Gibraltar, Marrocos possui excelentes atrações que levam cada vez mais viajantes do velho continente a buscarem uma cultura diferente. A religião tem uma importância enorme nos país, sendo o islã a mais comum a ser seguida no Marrocos, mas todos tem liberdade o suficiente para outra se desejarem. Uma mistura de praias, desertos e locais de devoções religiosas fazem de lá mais um destino imperdível. Essa é também uma das partes boas. A estrutura para o turismo não é tão desenvolvida como em muitos países e, como na índia, escolha muito bem o local onde você vai comer. “Mas e o preço, Michael? …” É uma pechincha! Comer e se hospedar em quarto de solteiro leva a um gasto máximo de 35 dólares por dia. Mesmo se você decidir visitar os grandes mercados e feiras para conhecer os inúmeros temperos marroquinos, seu dinheiro vai conseguir sobreviver bem no seu bolso.

10. Tailândia.

Propositalmente eu a deixei por último. Ela é a queridinha da grande maioria dos mochileiros, iniciantes ou não, ou de qualquer outro viajante que deseja ter contato com uma cultura diferente, porém muito bem preparada para o turismo. São inúmeras as atrações para serem vistas, mas dentre as principais estão as praias de Koh Phi Phi e Phuket, a cidade sagrada de Ayutthaya, os templos budistas em Chiang Mai, e os festivais religiosos. Um deles é o Loy Krathong, ou festival das luzes (veja na foto abaixo), que acontece na lua cheia do 12º mês do calendário tailandês. Agora imagine tudo isso sem ter que gastar muito. Uma noite em quarto simples, com ventilador e banheiro compartilhado custa de 5 a 10 dólares. As refeições saem por volta de 5 dólares. O Pad Thai, prato mais servido na Tailândia, custa cerca 2 dólares em qualquer lugar. Mesmo a passagem aérea ainda ser um pouco cara, vale muito a pena visitar esse país sensacional. E é, com certeza, um dos melhores países para visitar na Ásia.
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPalermo, o bairro mais badalado de Buenos Aires
Próximo artigoFinlândia até a Rússia a bordo do trem Allegro
mm

Cientista social e editor apaixonado por viagens, idiomas e todo o tipo de cultura. Já esteve em mais de 50 países, mas confessa que não sabe exatamente o número de cidades que já visitou. Acredita que a vida é muito curta para passarmos tempo demais em um só lugar, por isso está sempre transitando por aí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui