COMPARTILHAR
Viajar sozinho

Sempre considerei o fato de viajar sozinho uma das formas mais prazerosas de aproveitar a vida e a conhecer a si mesmo. Quando eu volto para a minha rotina depois de ter tido a oportunidade de explorar a mim mesmo e a explorar outro lugar, sinto que consigo tomar decisões com mais clareza e a enxergar melhor meus objetivos. Quando se viaja sozinho você pode simplesmente aprender mais sobre si do que o lugar que você está. E todas as lições que você tem serão naturalmente transferidas para todas as áreas de sua vida. Explorar o mundo só com a companhia de sua mochila é um dos aprendizados mais completos que existem, por isso resolvi listar aqui 10 coisas que você aprende sobre si próprio quando viaja sozinho.

1. Você vai aprender a fazer novos amigos facilmente.

Fazer amigos no seu ambiente comum, do dia a dia, pode ser um pouco estranho em algumas situações, mas quando se viaja sozinho isso praticamente não existe. Você estará a procura de alguém para conversar, estará sorridente e querendo dividir as experiências que teve e ainda pretende ter na viagem. E você vai fazê-lo de formas improváveis. Talvez você peça apenas a informação de algum lugar e a outra pessoa decida fazer uma recomendação sugerindo, ainda, te acompanhar até lá. Antes que você perceba você estará trocando informações sobre seu país e sua cidade natal, te fazendo ver que na verdade ninguém nunca estará sozinho.

2. Você vai aprender a desfrutar da sua própria companhia.

Viajar sozinho é ver as coisas e a vida de outro ângulo, é enxergar de forma mais profunda tudo e todos. Você vai aprender que você é seu meu melhor amigo e que pequenas coisas, que antes não faziam sentido algum, pode ser muito prazerosas se feitas na companhia de si próprio. E que uma da sensações mais prazerosas da vida é, depois de um dia inteiro explorando um novo destino, esquecer de tudo e relaxar ouvindo somente o barulho do mar e e da brisa que sopra numa praia paradisíaca.

3. Sua mente nunca esteve tão aberta a novas experiências.

Sem pressão de ninguém, mas de si mesmo, você estará completamente livre para explorar e experimentar coisas que não faria de forma alguma em outras situações. Talvez sejam coisas que você tem medo de fazer, ou não fez antes com receio de ser julgado por isso. Ou coisas que você tenha colocado de lado por falta de tempo ou dinheiro, como um salto de bungee jump ou mergulhar com tubarões, por exemplo. Independente do que sejam você estará com a mente mais aberta e terá a chance de fazê-las.

4. Você vai aprender novos níveis de humildade.

Quando você é um viajante solitário é incrível a quantidade de pessoas que se oferecem a ajudá-lo até mesmo em simples situações. Inúmeras foram as vezes durante minhas viagens em que estranhos apareceram oferecendo algum tipo de auxílio para meu problema momentâneo. E todos faziam por gentileza mesmo, sem esperar algo em troca. Com certeza isso será repassado automaticamente por você em todos os momentos de sua vida, em situações do cotidiano em que pedem que você seja mais humilde.

5. Você vai aprender que muitas coisas não são tão necessárias quanto você pensava.

Você vai descobrir o que é realmente essencial para viver bem e feliz com o que se tem. Vai perceber que aquela jaqueta nova ou a bolsa de couro na verdade não vão te trazer momentos inesquecíveis quanto viajar. Sobreviver com pouco será muito fácil do que você imagina.

6. Vai aprende o quão fraco você é.

Estar completamente desligado de tudo que parece familiar é poderosamente esmagador. Não importa o quão animado você por viajar sozinho, sempre haverá pelo menos um pouco de apreensão. Não importa o quanto você planejou, algo vai dar errado. Você vai ser julgado e testado. Mas o mais importante é que você vai crescer com todas as dificuldades que irão aparecer.

7. Você vai aprender o quão forte você é.

Após ser julgado e testado, você vai perseverar. Você vai aprender a sentir o próprio medo vindo a um quilometro de distância, e logo vai começar a tomar as medidas necessárias para evitá-lo. Você vai encontrar uma coragem e confiança que você nunca pensou que tivesse. E você vai crescer muito tendo esse auto conhecimento após as experiências que viver.

8. Você vai aprender quais são os seus limites.

É claro que cada um tem o seu limite, mas poucos sabem realmente conhecê-lo. O quão longe você pode andar ou o quanto uma situação desconfortável pode fazer você perder a calma, são exemplos de auto conhecimento. Todas as experiências de uma viagem sozinho trarão resultados muito positivos quando você tiver que tomar alguma decisão importante.

9. Você vai aprender que ser normal é um ponto de vista.

Muitas vezes você fez ou deixou de fazer algo para se adaptar ao que os outros julgam ser normal. Viajando sozinho você vai aprender que ser normal é na verdade um ponto de vista cultural. O que para você pode parecer estranho, é feito da forma mais natural em outros lugares. Um grande exemplo é a forma como as pessoas de alguns países se alimentam, utilizando as mãos ao invés de talheres.

10. Você vai aprender a ser um excelente professor e aluno ao mesmo tempo.

Estar em contato com pessoas e culturas diferentes é de uma riqueza enorme. E quando você viaja sozinho consegue absorver tudo com mais clareza e atenção. Consequentemente, todos que tiverem contato com você durante sua viagem se tornarão bons ouvintes das histórias relacionadas ao seu país de origem ou lugares que passou. É uma troca que você não encontra facilmente no seu dia a dia.

Um dos destinos que mais indico para quem quer viajar sozinho é a Polinésia Francesa. Confira o post que preparei sobre esse paraíso clicando aqui.

E nunca se esqueça de que o mundo é um livro a ser desvendado, sozinho ou acompanhado.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAcademia ao ar livre de graça na praia de Ipanema
Próximo artigoMykonos, festa e sossego em um só lugar na Grécia
mm

Cientista social e editor apaixonado por viagens, idiomas e todo o tipo de cultura. Já esteve em mais de 50 países, mas confessa que não sabe exatamente o número de cidades que já visitou. Acredita que a vida é muito curta para passarmos tempo demais em um só lugar, por isso está sempre transitando por aí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui